No ar
Especial de Amado Batista
Sábado, 24 de agosto de 2019
69 9374-9560
Brasil

22/07/2019 ás 17h01

Redação I

Ji-Paraná / RO

"Pe. Ezequiel Ramin vive na esperança do povo da Amazônia"
Centenas de fiéis se reuniram domingo, 21 de julho, em Rondolândia (MT)
FOTO: (Divulgação)

Comunidades na região do martírio do missionário comboniano participam de uma série de eventos em memória do sacerdote, em caminho para a beatificação. Acima, Daniel Seidel. Na reportagem, Pe. Dario Bossi e Dom Zenildo Pereira da Silva.


Centenas de fiéis se reuniram domingo, 21 de julho, em Rondolândia (MT), divisa com Rondônia, em memória ao martírio do Padre Ezequiel Ramin, morto em um conflito agrário em 1985. O missionário ordenado na Itália e enviado ao Brasil em 1980, assumiu trabalho em Cacoal (RO) na defesa dos indígenas e dos posseiros sobre o direito das terras, o que lhe custou uma série de ameaças e por fim, a vida.


Peregrinação reuniu centenas


Peregrinação reuniu centenas


Comunidades vieram de longe para participar


Comunidades vieram de longe para participar


Romaria foi domingo, 21 de julho


Romaria foi domingo, 21 de julho


Um mártir no caminho para a beatificação


Um mártir no caminho para a beatificação


Comunidades da região se organizaram para promover eventos em torno do aniversário de morte do sacerdote. As atividades começam quarta-feira (17) com a celebração do tríduo e reflexões sobre o chamado de Deus, o envio em missão, e o profetismo e martírio.

FONTE: Cristiane Murray - Cidade do Vaticano

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados