No ar
Aline Barros em Família
domingo, 28 de novembro de 2021
Política

28/09/2021 ás 08h47

Redação I

Ji-Paraná / RO

Deputada Federal Silvia Cristina quer mais esforços e recursos no combate ao câncer.
A deputada Silvia Cristina é coordenadora da Frente Parlamentar Mista em Prol da Luta Contra o Câncer
 Deputada Federal Silvia Cristina quer mais esforços e recursos no combate ao câncer.

“Em 2029, o câncer será a principal causa de mortes no Brasil. O que nós estamos fazendo para evitar esse cenário? E, caso ele ocorra, como estamos nos preparando para que não haja mais sofrimento?”

Foi com essa provocação que Eduardo Fróes, presidente da Associação Brasileira de Talassemia (Abrasta), concluiu sua apresentação no painel Poder Público e Seus Desafios na Oncologia, do 8º Congresso Todos Juntos Contra o Câncer, realizado virtualmente entre 20 e 24 de setembro.

Mediado pelo jornalista Heródoto Barbeiro, o encontro reuniu, além de Fróes, a deputada federal (PDT-RO) e coordenadora da Frente Parlamentar Mista em Prol da Luta Contra o Câncer, Silvia Cristina, e a chefe de gabinete do Departamento de Atenção Especializada da Secretaria de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde, Maria Inez Gadelha.

Silvia Cristina defendeu uma maior concentração de esforços e recursos públicos no combate ao câncer com base em uma comparação à reação do Estado à Covid-19. “Há pouco mais de um ano, temos aprovado créditos adicionais e um orçamento que não estava previsto para lidar com a pandemia. Acontece que a pandemia vai passar, o câncer não. É uma doença milenar e pesquisas indicam que, em 2050, pelo menos uma em cada duas pessoas no mundo terá câncer”, disse.

Para ela, alguns avanços importantes já ocorreram no país, como as leis que estabelecem os prazos de 30 e 60 dias para que um caso suspeito seja diagnosticado e um caso confirmado tenha seu tratamento iniciado, respectivamente.

Contudo, diversos desafios permanecem e esbarram, via de regra, no mesmo problema; a falta de orçamento. O que se manifesta em uma rede “menos eficaz do que deveria ser na prevenção e no diagnóstico” e na lenta incorporação de novas drogas e tratamentos ao SUS. Nesses momentos, segundo Cristina, questiona-se o valor elevado da medicação. “Mas quanto vale uma vida? Ele é muito mais valiosa que um remédio. Independentemente de se tratar do câncer, todos nós temos direito de tomar medicamentos de primeira linha”.



POR ONDE ANDA A DEPUTADA SILVIA CRISTINA? | Tudo Rondônia - Independente!


Deputada Federal Silvia Cristina - Portal da Câmara dos Deputados

FONTE: Assessoria

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2021 :: Todos os direitos reservados