No ar
Ritmos da Alternativa - II Edição
Quinta, 19 de maio de 2022
Brasil

22/01/2022 ás 08h40

Redação I

Ji-Paraná / RO

Elizangela é internada em estado grave com sequelas da Covid; atriz não tomou vacina
Internada em estado grave com complicações da Covid, atriz Elizângela usava as redes sociais para se posicionar contra a vacinação
Elizangela é internada em estado grave com sequelas da Covid; atriz não tomou vacina

A atriz Elizângela, de 67 anos, está internada em estado grave por sequelas da covid-19. A informação foi confirmada pela Prefeitura de Guapimirim, no Rio de Janeiro. De acordo com notícias da prefeitura, ela chegou ao hospital Municipal José Rabello de Mello passando “muito mal”.


Segundo a própria assessoria de Elizângela, a atriz é “rebelde” e nunca se vacinou contra o coronavírus. Ao longo da pandemia, ela usou as redes para se posicionar, diversas vezes, contra a vacinação.


Nesta sexta-feira (21), Elizângela se encontra estabilizada e o último teste apontou que a atriz não tem mais o vírus da Covid no organismo. A Prefeitura de Guapimirim comentou ainda que a atriz já havia dado entrada no hospital em semanas anteriores com sintomas leves e teve alta após ser medicada.


Elizângela estreou na TV ainda criança em 1965. Ela já participou de mais de 30 novelas — a maioria na Rede Globo. A última foi “A dona do pedaço”, em 2019.


Ômicron e não vacinados


Apesar dos sintomas poderem ser bastante desconfortáveis, dificilmente uma pessoa com o programa de imunização completo precisará ser internada na UTI por conta da Covid-19, seja com a Ômicron ou com outra variante.


VEJA AQUI OS PRINCIPAIS SINTOMAS DA ÔMICRON EM PACIENTES VACINADOS


Médicos especialistas e até o ministro da Saúde do governo Bolsonaro admitiram recentemente que os pacientes brasileiros de Covid na UTI são os que não quiseram se vacinar.


As UTIs estão atualmente só com casos de covid entre os não vacinados. Os imunizados dificilmente passam do atendimento ambulatorial”, relatou a médica Ludhmila Hajjar.


Enquanto pessoas imunizadas contra a covid-19 têm forma leves da doença, os não-vacinados, por outro lado, podem sentir o impacto de forma mais intensa. “A variável mais expressiva em relação ao perfil da doença, tem sido, definitivamente, o não vacinado.”


Como intensivista, tenho visto cada vez mais pacientes internados arrependidos de não terem sido vacinados. Eles chegam com a forma grave da doença, se arrependem, porém, já é tarde.”

FONTE: https://www.pragmatismopolitico.com.br/

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2022 :: Todos os direitos reservados