No ar
Santa Missa de Guadalupe
Segunda, 15 de agosto de 2022
Saúde

06/06/2022 ás 10h45 - atualizada em 06/06/2022 ás 10h48

Redação I

Ji-Paraná / RO

Semusa leva atendimento à população acamada
Levantamento da população é elaborado pelos ACSs de cada bairro, que promovem visitas regulares aos moradores
Semusa leva atendimento à população acamada

A população acamada recebe atendimento domiciliar, disponibilizado pela Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa). As equipes de Estratégia de Saúde da Família (ESF) do Departamento de Atenção Básica (DAB), com apoio da Divisão de Imunização, atuam, entre outros atendimentos, na vacinação deste público.

O serviço é voltado aos casos de idosos acamados ou pessoas com dificuldade de locomoção, seja por deficiência permanente ou sequelas de acidentes, que residem no perímetro urbano e também na zona rural do município.

“Além das visitações, a Estratégia de Saúde da Família promove uma série de ações dentro da Atenção Básica da Semusa. A ESF se aproxima da comunidade, criando um vínculo com a população assistida. A equipe atua tanto no atendimento dentro das UBSs, quanto às visitas domiciliares, realizadas semanalmente”, destacou Marlene Alencar, diretora da ES.

O levantamento dessa população é elaborado pelos agentes comunitários de saúde (ACSs) de cada bairro/área de Ji-Paraná, que promovem as visitas domiciliares aos moradores acamados. Além dos ACSs, as equipes são compostas por médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem.

“Cada ACS atende a área de cobertura, fazendo o levantamento de moradores acamados em cada bairro e repassando essas informações ao DAB. Nos casos de residências fora da área de cobertura, a população deve procurar a UBS de referência, para agendar a visitação”, explicou Kellen Nayara Cardoso, diretora do DAB da Semusa.

As equipes estão realizando a atualização das vacinas de rotina e também dos imunizantes contra a gripe (Influenza) e Covid-19, de acordo com a situação vacinal de cada morador, atendendo a população quem não consegue ir aos pontos de vacinação.

“As equipes do ESF realizam o levantamento da população acamada e solicitam a vacinação desse público. Esse trabalho em conjunto é muito importante, pois conseguimos levar o atendimento de saúde à população que não pode comparecer às unidades da Semusa”, afirmou a diretora da Divisão de Imunização, Cristiane Della Libera.

FONTE: CCS

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2022 :: Todos os direitos reservados