No ar
Cristalina Fernandes
Sexta, 01 de julho de 2022
Saúde

15/06/2022 ás 19h37

Redacao

Ji-Paraná / RO

Semusa convoca atrasados para doses de reforço contra a Covid
A secretaria também busca ampliar a cobertura vacinal em crianças com idade entre 5 e 11 anos.
Semusa convoca atrasados para doses de reforço contra a Covid

Parte da população que está em atraso para as doses de reforço contra a Covid-19 está sendo convocada pela Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa). A secretaria também busca ampliar a cobertura vacinal em crianças com idade entre 5 e 11 anos, com as doses regulares (primeira e segunda).


Desde o início de junho, a terceira dose está liberada para qualquer pessoa com mais 12 anos, com quatro meses ou mais de intervalo da segunda vacinação. Menores de idade devem comparecer acompanhados dos pais ou responsáveis, ou apresentar autorização formal por escrito.


Também neste mês, foi disponibilizado o reforço da quarta dose para pessoas com mais de 50 anos, desde que tenham quatro meses de intervalo da terceira vacinação. Anteriormente, o reforço estava liberado apenas para pacientes imunossuprimidos, idosos com mais de 60 anos e profissionais da Saúde.


Em Ji-Paraná, mais de 90% do público acima dos 12 anos já recebeu a primeira dose das vacinas contra a Covid. Na segunda dose, a cobertura é de aproximadamente 80%. Já nas doses de reforço, o número é considerado baixo, com 30% na terceira e apenas 2,5% na quarta.


“A quarta dose ainda possui restrição de público por idade, o que reduz um pouco o público apto a receber a vacinação. Já a terceira dose está liberada para toda a população com mais de 12 anos, desde que tenha a partir de quatro meses de intervalo. Estamos convocando a população em atraso, para que esse público receba a vacinação e se proteja contra a Covid”, pediu Cristiane Della Libera, diretora da Divisão de Imunização da Semusa.


A vacinação pediátrica, em crianças com idade entre 5 e 11 anos, também é considerada baixa pela Semusa. A primeira dose foi administrada em pouco mais de 25% das mais de 13 mil crianças em idade vacinal. O ciclo regular, com a segunda dose, está completo em cerca de 10% deste público.


“Assim como em outras vacinas, enfrentamos uma resistência do público infantil. Porém, pedidos para que os pais levem seus filhos para se imunizar contra a Covid. O Brasil está passando por um momento de alta nos casos, em que especialistas apontam como uma provável quarta dose, por isso, devemos nos proteger”, explicou Cristiane.

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2022 :: Todos os direitos reservados