No ar
Anunciando Jesus
Sexta, 01 de julho de 2022
Geral

15/06/2022 ás 19h40

Redacao

Ji-Paraná / RO

Caminhada marca data de conscientização da violência contra o idoso
Semasf, Semusa e Semed reuniram mais de 130 pessoas durante o evento
Caminhada marca data de conscientização da violência contra o idoso

Mais de 130 pessoas participaram de uma caminhada para comemorar o dia 15 de junho, data que celebra o Dia Mundial da Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa. Ela partiu da Paróquia São José, na avenida Maringá, até o Centro de Convivência do Idoso (CCI), na rua São Luiz, entre T-3 e T-4 (2º distrito).


A Prefeitura de Ji-Paraná, por meio das secretarias municipais de Assistência Social e Família (Semasf), da Saúde (Semusa) e Educação (Semed), organizou o evento para incentivar as pessoas a denunciar os maus-tratos e o abandono de idosos, cometidos por parentes ou pessoas desconhecidos.


Representou o Prefeito Isaú Fonseca, a secretária da Semasf, Ana Maria Santos Vizeli. Ela falou das ações voltadas para atender os anseios das pessoas idosas e da conscientização do Junho Violeta. “As marcas só devem ser do tempo, e que é fundamental assistir esse público em suas atividades sociais, físicas e emocionais”, frisou.


O vice-presidente do Conselho Municipal dos Direitos de Pessoas Idosas (CMDPI), Antônio Geraldo da Silva, reforçou que o trabalho do CMDPI, em parceria com o Ministério Público, busca elaborar e estabelecer recursos para políticas públicas para os idosos com o apoio da prefeitura, com apoio dos Centros de Referências de Assistência Social (Cras) e Especializado (Creas), e do CCI.


Segundo dados do Creas, no ano passado, foram feitas 13 solicitações de atendimento a idosos em risco de vulnerabilidade. Em 2022, até o momento, foram seis denúncias recebidas pela equipe especializada de assistência social.


Para a coordenadora do Creas/Paefi, Glécia Ranny Alves, mesmo com os números oficiais baixos, as denúncias ocorrem normalmente por terceiros, pelo disque 100 ou na delegacia. Muitas violências são patrimoniais, em que o responsável (conjugue, filho ou responsável) são negligentes com a saúde, a alimentação e as necessidades básicas do idoso em risco de vulnerabilidade.


Durante a Campanha Junho Violeta, a Semasf promove ações de informação e conscientização para denunciar qualquer ação que pessoas idosas estejam envolvidas pelo Disque 100. É importante fazer parte e combater à violência. 

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2022 :: Todos os direitos reservados