No ar
Santa Missa de Guadalupe
Segunda, 15 de agosto de 2022
Internacional

01/07/2022 ás 09h41 - atualizada em 01/07/2022 ás 09h47

Redação I

Ji-Paraná / RO

PAPA FRANCISCO NO ANGELUS: “O MEDO É UM DOS PIORES INIMIGOS DA NOSSA VIDA CRISTÔ
não devemos ter medo, exorta Francisco, porque “o Pai cuida de nós” na hora da adversidade e do perigo:
PAPA FRANCISCO NO ANGELUS: “O MEDO É UM DOS PIORES INIMIGOS DA NOSSA VIDA CRISTÔ

“O medo é um dos piores inimigos da nossa vida cristã”, afirmou o Papa Francisco em sua alocução antes da oração do Angelus deste domingo, 21 de junho. Em sua reflexão a partir do Evangelho do dia, o Papa comentou o convite que Jesus dirige aos seus discípulos para que “não tenham medo, sejam fortes e confiantes diante dos desafios da vida, alertando-os para as adversidades que os esperam”. Francisco destacou do ensinamento de Jesus três situações concretas apresentadas aos discípulos: a hostilidade daqueles que gostariam de silenciar a Palavra de Deus, a perseguição e sensação de que Deus nos deixou sozinhos.


O anúncio sem medo diante da hostilidade


Em primeiro lugar, o Papa descreveu “a hostilidade daqueles que gostariam de silenciar a Palavra de Deus”. Jesus, até aquele momento, transmitiu a mensagem de salvação “com prudência, quase em segredo”, diferente do que deveriam fazer os Apóstolos:


“Eles deverão proclamá-la “à luz”, ou seja, abertamente, e anunciar “dos terraços”, isto é, publicamente, o seu Evangelho.”


A perseguição aos cristãos até hoje


A segunda dificuldade que os missionários de Cristo encontraram, lembrou o Papa, foi “a ameaça física contra eles, isto é, a perseguição direta do seu povo, chegando até a matar”. Uma profecia de Jesus, “dolorosa”, mas que “atesta a fidelidade das testemunhas” e se constata em todos os tempos:


“Quantos cristãos são perseguidos ainda hoje em todo o mundo! Sofrem pelo Evangelho com amor, são os mártires dos nossos dias. E podemos dizer com certeza que são mais mártires que nos primeiros tempos: muitos mártires somente por ser cristãos… A esses discípulos de ontem e de hoje que sofrem a perseguição, Jesus recomenda: «Não temais os que matam o corpo, e não podem matar a alma» (v. 28). Não devemos nos assustar por aqueles que procuram extinguir a força da evangelização através da arrogância e da violência. Nada, na verdade, podem fazer contra a alma, ou seja, contra a comunhão com Deus: essa, ninguém pode tirar dos discípulos, pois é um dom de Deus.”


A certeza do amor de Deus


O terceiro tipo de provação que os Apóstolos enfrentaram, recorda o Papa, é a sensação de que o próprio Deus os abandona, ao permanecer “distante e silencioso”. Mas não devemos ter medo, exorta Francisco, porque “o Pai cuida de nós” na hora da adversidade e do perigo:


“Também aqui nos exorta a não ter medo, porque, apesar de passar por essas e outras ciladas, a vida dos discípulos está firmemente nas mãos de Deus, que nos ama e nos guarda. […] O que importa é a sinceridade, é a coragem do testemunho, do testemunho de fé: ‘reconhecer Jesus perante os homens’ e seguir adiante fazendo o bem.”


Papa Francisco no Angelus: "O medo é um dos piores inimigos da nossa vida  cristã" - CNBB


Papa Francisco no Angelus: "O medo é um dos piores inimigos da nossa vida  cristã" - CNBB

FONTE: https://www.cnbb.org.br/

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2022 :: Todos os direitos reservados