No ar
Amigos do Teodoro e Sampaio
domingo, 05 de fevereiro de 2023
Educação

18/07/2022 ás 10h07

Redação I

Ji-Paraná / RO

Começa recesso da Rede Municipal de Ensino de Ji-Paraná
Alunos e professores só retornam às salas de aula no dia 29 de julho
Começa recesso da Rede Municipal de Ensino de Ji-Paraná
Assessoria/Divulgação

Começou na sexta-feira (15), o recesso escolar da Rede Municipal de Ensino. Os quase sete mil alunos matriculados nas escolas do município só retornam às salas de aula no dia 29 de julho. O corpo docente das escolas públicas também entra em recesso de acordo com a Lei nº 1117/2001.

Para a superintendente de Ensino da Secretaria Municipal de Educação (Semed), Alexandra Ortiz, “é uma pausa para ganhar fôlego para o segundo semestre”. Isto porque, segundo ela, os professores municipais foram “desafiados” a dobrarem os esforços em prol da alfabetização em Ji-Paraná.

Alexandra Ortiz explicou que por causa da pandemia da Covid-19, apenas com aulas remotas e híbridas por dois anos, houve uma defasagem na aprendizagem, não só aqui em Rondônia ou mesmo no Brasil, mas em todo o mundo.

Em Ji-Paraná, a equipe técnica da Semed realizou uma avaliação diagnóstica no início do ano letivo e, uma vez detectada a defasagem, foi construído um projeto de recuperação da aprendizagem, chamado de Projeto de Recomposição da Aprendizagem para Ji-Paraná, o Prajipa.

Nos meses seguintes à avaliação, o Prajipa foi apresentado a todos os profissionais da Educação no município e implantado nas escolas.

“Na volta do recesso escolar, provavelmente já em agosto, deveremos aplicar novamente uma avaliação para mensurar o desempenho dos nossos alunos com a aplicação do Prajipa. Mas, pelo feedback que recebemos das escolas, creio que teremos bons resultados”, assegurou Alexandra.


Começou na sexta-feira (15), o recesso escolar da Rede Municipal de Ensino. Os quase sete mil alunos matriculados nas escolas do município só retornam às salas de aula no dia 29 de julho. O corpo docente das escolas públicas também entra em recesso de acordo com a Lei nº 1117/2001.

Para a superintendente de Ensino da Secretaria Municipal de Educação (Semed), Alexandra Ortiz, “é uma pausa para ganhar fôlego para o segundo semestre”. Isto porque, segundo ela, os professores municipais foram “desafiados” a dobrarem os esforços em prol da alfabetização em Ji-Paraná.

Alexandra Ortiz explicou que por causa da pandemia da Covid-19, apenas com aulas remotas e híbridas por dois anos, houve uma defasagem na aprendizagem, não só aqui em Rondônia ou mesmo no Brasil, mas em todo o mundo.

Em Ji-Paraná, a equipe técnica da Semed realizou uma avaliação diagnóstica no início do ano letivo e, uma vez detectada a defasagem, foi construído um projeto de recuperação da aprendizagem, chamado de Projeto de Recomposição da Aprendizagem para Ji-Paraná, o Prajipa.

Nos meses seguintes à avaliação, o Prajipa foi apresentado a todos os profissionais da Educação no município e implantado nas escolas.

“Na volta do recesso escolar, provavelmente já em agosto, deveremos aplicar novamente uma avaliação para mensurar o desempenho dos nossos alunos com a aplicação do Prajipa. Mas, pelo feedback que recebemos das escolas, creio que teremos bons resultados”, assegurou Alexandra.


 

FONTE: Assessoria

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2023 :: Todos os direitos reservados